Treino de força e mudança de direção

Em esportes tecnico-táticos intermitentes como futebol, handebol, tênis e basquete, a capacidade de mudar de direção rapidamente é um fundamental. Em geral nesses esportes a maioria dos sprints ocorrem em menos de 10 metros sendo necessário uma radical mudança de direção após a corrida.

O estudo observou os efeitos de um programa de treinamento de força de longo prazo sobre a capacidade de mudança de direção em atletas juvenis (13-18 anos). Com um expressivo n= 112 de jogadores juvenis de futebol, os jogadores foram divididos – dentro de suas categorias de idade – em grupo de treinamento de força (GTF) e grupo controle (GC). O GC apenas treinou futebol e o GTF além do futebol fez sessões adicionais de treino de força (agachamentos, terra, supino e core). O treinamento de força foi periodizado em blocos de técnica de exercícios, hipertrofia e força. Antes e depois do período de treinamento, foram testados em força (1RM e força relativa no agachamento) e mudança de direção. Os atletas das divisões de base de equipes da Alemanha foram acompanhados durante 2 anos.

Resultados

Os resultados mostraram uma correlação de média-alta entre os valores de força relativa e o teste de mudança de direção. Em média, o GTF foi de 5-10% melhor no teste de mudança de direção que o GC. Os resultados deste estudo demonstram os benefícios que uma maior força relativa promove no desempenho (neste caso a mudança de direção) de atletas adolescentes.

Teria sido interessante ver como o aumento na força relativa afetaram outros testes, como salto vertical e sprints 10 e 20 metros. Com base em outros estudos que postei anteriormente por aqui é provável que esses parâmetros também fossem melhorados. Para mim, na campo prático, é nítido que os atletas juvenis se beneficiam do treinamento de força e que portanto a utilização de treinos baseados no LPO e pliometria – como mostro nos cursos – é uma ferramenta poderosa e bastante simples de ser utilizada, não necessitando muito equipamento e estrutura, apenas conhecimento e vontade de aplicar.

Fica meu convite para que você conheça mais sobre esse trabalho de treino de força e potência com juvenis e profissionais no site Treinamento
Esportivo. Estamos desde 2008 batendo nesta tecla (rs).

Já está disponível o Curso Online sobre Periodização e Montagem de Treinos de força e potência.
Assista uma aula   Curso Periodização_aula inicial >> 

Marque quem possa se interessar sobre o assunto.

Forte abraço!
(João Coutinho)

ref – J Strength Cond Res. 2014 Jan;28(1):223-31

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *