Teste supino NFL 225 lbs e 1RM

Gosto de ler sobre testes, principalmente se forem de força. O teste de NFL 225lbs no supino é famoso por ser usado no recrutamento do futebol americano, sendo televisionados com alguns atletas fazendo +20 reps com a carga.

A QUESTÃO

A pergunta dos autores foi: qual é a utilidade do teste 225lbs para monitorar aumentos de 1RM? 

Jogadores univesitários (n=203) foram testados em 1RM no supino e no máximo de 225lbs. Depois treinaram força por 6 semanas (com cargas entre 3-6 reps). Após 6 semanas, a 1RM no supino aumentou 4,2 ± 8,6 kg, enquanto os repetidos nos 225 testes aumentaram 1 ± 3,2 repetições. Essas diferenças foram estatisticamente significantes.

Tenha em mente que estes são baseados em médias, com alguns atletas com ganhos muito maiores, enquanto outros, muito menores.

Embora a maioria dos jogadores tenha aumentado seu 1RM, apenas 44% melhoraram em ambas as variáveis. Mesmo nos jogadores que aumentaram em 1RM, a mudança média nas repetições da NFL-225 não foi maior que a menor diferença (2 repetições) previamente estabelecida para indicar mais do que variação aleatória no desempenho…

Os autores sugerem que o teste 225 pode não ser um teste apropriado para monitorar aumento de força máxima, provavelmente sendo melhor o teste tradicional de 1, 3 ou 5RM.

CASO REAL

No Curso Online Periodização mostro o caso real do inverso: quando a força máxima influência ganhos de resistência. Mostro como um atleta pulou de 9 reps com 225 para 17 reps em 3 semanas…

Além disso mostro como trabalhei com uma atleta profissional de voleibol com o mesmo sistema e sua média de resistência de saltos aumentou em 20%!

Se você que saber como programar treinos de força e potência, inscreva-se no curso. As inscrições estão abertas aqui  ->  Curso Online  Periodização

Marque quem possa se interessar sobre o assunto. Forte abraço!
(João Coutinho)

Ref – https://www.researchgate.net/publication/270656747

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *