Revisão sobre aquecimento

Quais estratégias podem ser implementadas no dia do jogo para melhorar o desempenho? Um artigo de revisão (2013) descreve algumas técnicas baseadas em evidências:

1- AQUECER: aumentos na temperatura muscular (3 a 4°C ) estão relacionados a melhorias de ações explosivas. Um protocolo de aquecimento de alta intensidade 15 minutos antes da competição parece ser uma boa estratégia. Esperar de forma passiva muito tempo depois do aquecimento pode resultar em diminuição da temperatura corporal.

2 – MANUTENÇÃO AQUECIMENTO: 40% do aumento na temperatura corporal do aquecimento pode ser perdido em 20 minutos. O uso de vestuário e materiais projetados para manter o corpo aquecido pode ser usado para evitar diminuições na temperatura corporal e do desempenho.

3 – PAP (Potencialização pós-ativação): exemplo – realizar algumas séries de agachamentos pesados antes de realizar um salto vertical. A PPA atua, entre outros, melhorando o recrutamento de fibras e no aumento de disparo do SNC. É possível PAP também por exercícios pliométricos (ex: drop jump). Naturalmente, a técnica de PAP se aplica principalmente em modalidades individuais de força-potência de curta duração.

4 – TREINO FORÇA: provavelmente vai contra o que se aprende sobre treinamento esportivo, mas muitas evidências sugerem que uma sessão de TF no início do dia de uma competição pode estimular o desempenho do mesmo dia (ex: sessão de TF mantém altos níveis de testosterona, impedindo o declínio natural mais tarde no dia)

5 – “PRIMING” HORMONAL: há evidências que sugerem que mostrar filmes do próprio atleta bem como o feedback positivo do treinador pode aumentar agudamente os níveis de testosterona, sendo o oposto também verdadeiro. Um estudo com sujeitos masculinos apontou que ver imagens de treinamento intenso aumentou levemente os níveis de testosterona e esteve relacionado a melhora no teste de 3RM agachamento.

Resumindo parece que os treinadores devem desenvolver uma rotina de aquecimento atento a algumas das estratégias apresentadas e focar suas palestras pré-jogo na construção da confiança dos jogadores.

Recentemente disponibilizei meu curso sobre periodização e montagem de treinos onde mostro como fazer períodos concentrados focados nas capacidades de força e potência, principalmente para modalidades intermitentes coletivas e individuais ( futebol, tênis, rugby, basquete, lutas…).

Se você se interessa pelo assunto pode saber mais sobre o curso aqui   Curso Periodização_aula inicial >>

Marque quem possa se interessar sobre o assunto. Forte abraço!
(João Coutinho)

REF – Int J of Sports Physiology & Performance, 2013 8(6): 677-681.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *