Preensão manual e força em atletas

Não seria bom se houvesse um teste de força simples que possamos administrar aos atletas que seja rápido, conveniente e barato e nos forneça uma indicação geral dos níveis de força total do corpo? O teste de preensão manual sempre foi usado como um preditor de força geral tanto em atletas quanto em não atletas, sendo rápido, fácil e de baixo custo.

Um estudo investigou a relação entre a força depreensão manual com a capacidade de força e potência em atletas. Foram avaliados 100 atletas masculinos de alto nível de diversas modalidades esportivas.

Foram testados em 1RM no pulley costas, supino inclinado, leg press e extensão dos joelhos, além da força de preensão manual e no salto vertical.

A força de preensão manual não apresentou correlação significativa com nenhum dos testes de 1RM, muito menos com o de salto vertical. O autor concluiu que a força de preensão manual não era um bom preditor geral da força e potência em atletas de alto nível.

Embora este estudo tenha demonstrado uma relação fraca da preensão manul, ainda há alguns pontos sem resposta: Existe relação entre a força da “pegada” e a fadiga neuromuscular? Ou, forma prática, a preensão manual diária refletiria a fadiga nos atletas de força? Pode servir como ferramenta de monitoramento ou de determinação de carga de treino?

Neste estudo ficou evidente que a lei da especificidade prevaleceu dentro do contexto da pesquisa. Sendo assim, talvez a preensão manual só possa se relacionar com exercícios que exigem uma força de pegada mais intensa na barra, como no LPO ou no levantamento terra por exemplo, que não foram avaliados neste estudo.

Já está disponível o Curso Online sobre Periodização e Montagem de Treinos de força e potência.
Assista uma aula   Curso Periodização_aula inicial >>  

Marque quem possa se interessar sobre o assunto. Forte abraço!
(João Coutinho)

Ref – Jawan, L.,et al (ICoSSEET 2014, January) pp. 29-38

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *