Guia de Treinamento de Força para Gestantes! [Download]

Especial dia das Mães e mais uma para a série “Caçadores de Mitos”: Mulheres grávidas devem parar de treinar? Muitas vezes ouvimos por aí: “A grávida não deve levantar peso!”. Isso vai fazer com que o bebê não cresça adequadamente e possivelmente vai desencadear um trabalho de parto, certo?

ERRADO!!!

Eis as recomendações mais atuais do ACOG (2003). Esse Guideline não encontrou nenhum artigo relacionando prática de atividade físicas em grávidas SAUDÁVEIS com redução de tamanho do recém-nascido ou aumento da atividade uterina durante o exercício.

No entanto, devemos respeitar as seguintes alterações no organismo materno durante a gravidez.

1- Coração e pulmões trabalham em ritmo mais acelerado em tempo integral

2- Os ligamentos estão mais frouxos devidos a ação da progesterona

3- A taxa metabólica basal e a temperatura corporal são mais altas, mesmo em repouso e há uma maior demanda energética

4- Existe uma importante alteração de peso e centro de gravidade.

Assim, a prática de exercícios deve ser realizada em ambiente climatizado, com atenção especial à hidratação para manutenção da temperatura corporal.

É importante também oferecer o plus de +- 300 cal/dia para suprir a demanda metabólica aumentada e prioritariamente na forma de carboidratos, evitando gliconeogênese e garantindo aporte nutricional adequado ao feto.

A gravidez também não é uma fase para grandes progressos no TF, mas mulheres sedentárias são fortemente encorajadas a iniciar atividades, numa média de 30 minutos diários, com intensidade entre 3-4 MET´s (+-igual a caminhar entre 5-6,5 km/h). Esse exercício além de ser importante na prevenção e controle do Diabetes Gestacional, tem grandes chances de se tornar um hábito na vida dessa mulher no pós-parto.

Obviamente existem algumas contra-indicações (vide artigo) que devem ser avaliados previamente à prática do TF pelo Ginecologista no screening Pré-Natal. No entanto, gestantes não complicadas são fortemente encorajadas a manter seu treinamento, respeitando seu condicionamento prévio! Então vamos treinar nossas barrigudas!

Quem se interessar: Baixe o artigo aqui>>

(Por @pietromannarino via twitter)

 

LINKS INTERESSANTES

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *