Ganhos de velocidade em atletas com lesão!

Programar treinos é relativamente fácil quando os atletas são capazes de realizar a maioria dos exercícios. No entanto, muitas vezes os atletas se machucam, e isso pode impedir que eles possam realizar movimentos básicos importantes como agachamentos, terra e exercícios balísticos.

ATLETA COM HÉRNIA DE DISCO

Em um estudo de caso recente, com um atleta de futebol americano com 2 hérnias de disco, avaliou a eficácia de trocar o agachamento pelo trenó para ganhos de força de membros inferiores. Seu objetivo era determinar o efeito do treino de tração no lugar do agachamento no desenvolvimento da velocidade.

Durante 6 semanas, o atleta puxou o trenó (caminhada) por 8 x 30yrd. A carga foi baseada na percepção subjetiva de esforço (onde 8 era ideal). O peso foi adicionado ou reduzido se a PSE fosse inferior ou superior a 8.

Durante o período de treinamento, a carga aumentou de 90 kg para 380 kg, sendo também avaliado no teste de sprint de 40 jardas. O atleta apresentou uma impressionante diminuição de 0,26 segundos no teste, enquanto a média de sua equipe foi redução de 0,20 segundos. O atleta também relatou conseguir jogar com maior velocidade como resultado do programa de treino.

Os autores sugerem que a melhoria no tempo de corrida foi provavelmente devido à especificidade do movimento de puxar o trenó, o que obriga o atleta a aplicar força horizontalmente, ao contrário dos agachamentos, que só desenvolvem a produção de força no eixo vertical.

CONSIDERAÇÃO

Ao lidar com atletas incapazes de realizar movimentos com carga axial, puxar o trenó parece ser uma alternativa adequada e efetiva. Também pode valer a pena incluir isso no treino de atletas saudáveis além do agachamento.

Achei muito interessante a proposta, ainda que a amostra seja de 1 pessoa , acho a ideia válida e tem um bom fundamento. Fica uma sugestão de possível trabalho prático!

PROGRAMAS DE FORÇA E POTENCIA

Se você que saber como programar treinos de força e potência, inscreva-se no Curso Online Periodização. As inscrições estão abertas aqui 👉 Curso Online Periodização

Marque quem possa se interessar sobre o assunto. Forte abraço!
(João Coutinho)

Ref – http://digitalcommons.wku.edu/ijesab/vol11/iss2/34/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *