Saber vs Conhecer: a diferença do PRO pro Amador!

Muitas pessoas vieram me comentar e pedir minha opinião sobre o “caso Pugliesi”. Quanto aos aspectos mercadológicos e fisiológicos, coloquei a resposta do Paulo Gentil pois compartilho da mesma opinião (além dele entender mais que eu sobre essa parte)

No entanto eu queria falar de um assunto que nós da EDF e Esporte nos deparamos todos os dias e que esse caso apresenta. Existe uma diferença entre SABER e CONHECER que é a diferença do amador e profissional (ou de quem não tem responsabilidade para quem tem).

Veja se não acontece assim: o sujeito se matricula na academia e começa a treinar porque quer aumentar a força (um exemplo). Depois de uns 6 meses frequentando e seguindo os treinos ele verifica que quando começou fazia 40kg no supino e agora ela já levanta 90kg. Sendo assim ele fica feliz e divulga seu feito aos amigos, que já notam a diferença de tônus, composição corporal e o aumento da força do colega. “O que você fez pra conseguir 90kg de supino?” e ele responde: “segue esse treino que eu fiz que dá certo! Vamos treinar juntos assim eu te ajudo…” . E esse aluno ensina o amigo como fazer o supino corretamente, até onde abaixa, quanto de peso coloca e assim vai (ele faz isso porque SABE o que é um supino).

No entanto com o passar dos dias de treino ambos percebem que o amigo não está progredindo tanto quanto era o esperado. Além disso, o amigo começa a sentir dores estranhas no ombro que ele não sentia antes… Eles resolvem falar com o Professor pra saber o que está dando errado.

O Professor que CONHECE supino (porque ele entende a biomecânica e fisiologia do exercício) refaz um novo programa de treino totalmente adequado ao amigo que tava com dor no ombro (talvez porque fosse bursite e ele não sabia…). E agora o amigo se sente bem!

É o mesmo caso no esporte: o ex-atleta que acaba de encerrar a carreira e já vai trabalhar de técnico da base sem cursar a faculdade antes ou mesmo durante. Ele realmente SABE de Hockey (por exemplo) porque jogou …no entanto ele não CONHECE Hockey porque jogou. Ele não vai treinar os colegas do time adulto profissional mas os adolescentes em formação juvenis (que demandam conhecimentos prévios e específicos da idade de fisiologia, cinesiologia e teorias de aprendizagem motora entre outros)

A “grande academia” que contratou a blogueira negligenciou isso! Se a blogueira era sedentária e alcançou os objetivos de emagrecer e ficar “sarada” (não sei qual é a história dela) foi porque ela foi corretamente orientada por profissionais (professor e nutricionista) que tem CONHECIMENTO no assunto. As dicas dela serão sempre a reprodução do que deu resultado para ela ou que ela acha que é legal. E este é o problema das pessoas que apenas SABEM: se justificam apenas em função do resultado! (“olha como funciona, veja meu corpo como prova”)

Quando os resultados não acontecem chama-se “quem conhece” pra resolver. E é por isso mesmo que “quem conhece” custa dinheiro! – compare o valor de fazer uma reforma na sua casa com um mestre de obras e com um engenheiro civil!

Minha critica não é pessoal contra o indivíduo blogueira , talvez eu no caso dela faria o mesmo afinal ela está recebendo pra treinar, falar do sucesso dela e ainda por cima ajudar os outros a serem como ela…(ironia). Meu problema é com a academia que tem responsabilidade pelo desserviço, que vende o serviço de treino personalizado mas que coloca uma aluna como consultora de exercícios….e não vai sofrer nenhum tipo de punição por isso!

Se fosse um hospital o caso apareceria no Fantástico com o Dr Dráuzio Varela pedindo a cabeça do diretor… é provavelmente o hospital seria investigado!

prof. João Coutinho

 

LINKS INTERESSANTES

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *