Curso “Online” Periodização – inscreva-se aqui!

Este curso foi ministrado nos últimos 02 anos de maneira presencial aos alunos dos cursos LPO e Pliometria como módulo de aprofundamento. No entanto, atendendo inúmeras solicitações de professores e treinadores estou oferecendo neste novo formato através do Skype! Se você trabalha com esportes, quer entender como colocar exercícios balísticos, derivados do LPO e pilométricos dentro da programação da sua equipe/atleta, esse curso é pra você! Se você trabalha como…

Read More >>

Devo treinar força antes do jogo?

Neste estudo foi avaliado o efeito de uma sessão de baixo volume de treinamento de potência sobre marcadores de desempenho explosivo. Um grupo 17 atletas executaram de forma aleatória 4 sessões: 02 Experimental (5×4 jump squat @ 40% 1RM) e 02 Controle (repouso passivo) Foram avaliados em testes de desempenho imediatamente após a sessão e 24 e 48h depois Resultados Os resultados mostraram que na sessão controle nenhuma das variáveis…

Read More >>

Treino excêntrico e aumento de potência

Determinar o volume mínimo efetivo de treinamento de força que proporcionam melhorias significativas no desempenho físico é uma informação essencial para qualquer treinador. Treinar força mais do que o necessário pode provocar aumento de fadiga ou dano muscular exigindo mais tempo de recuperação. Neste estudo se investigou o efeito de incorporar uma única sessão de treinamento excêntrico por semana em variáveis ​​de desempenho atlético em atletas de handebol. Dezoito jogadores…

Read More >>

Agachamento ou Hang Clean?

O salto vertical é um excelente indicador prático de potência e capacidade atletica. Além disso, saltar é uma açao comum de quase todos os esportes coletivos e individuais. Portanto, o treinamento para aumentar a capacidade de salto vertical deve ser considerado dentro da preparação física com relativo protagonismo. Estudo Foram divididos 173 atletas do ensino médio em 3 grupos : GA = agachamento, GH = hang clean; e GAH =…

Read More >>

Volume para adolescentes

Eu trabalho com a premissa que iniciantes ou pessoas não treinadas provavelmente se beneficiam de um maior volume de treino, em parte porque proporciona mais prática com os movimentos. Existe um elevado aspecto técnico para o treinamento de força, particularmente com movimentos multiarticulares. Um maior volume no início do trabalho resulta no desenvolvimento de maior controle motor, coordenação e sincronização. Estudo Sobre esta questão do volume para adolescentes (que foi o…

Read More >>

Agachamento e sua simplicidade

Escrevo esse post com um elogio a simplicidade, pois apenas com agachamentos com o peso corporal (PC) é possível melhorar o desempenho físico de atletas pré-adolescentes. Utilizo essa “simples” estratégia faz anos como início de trabalho com atletas juvenis e acredito que possa ser utilizada por qualquer treinador. Em um estudo de 2013 com 94 garotos de 13-14 anos, divididos em 2 grupos (agachamento PC e controle) demonstrou que o…

Read More >>

A regra dos “10%”

Sprints com tração é uma forma de treinamento eficaz para a melhora da velocidade e aceleração. Há, no entanto, uma grande questão sobre a quantidade de carga ótima, sendo uma regra comum evitar colocar cargas superiores a 10% do peso corporal (PC) do atleta, ou não permitir uma redução de velocidade maior que 10% (“Regra dos 10%”). Desta forma se evitaria a perda da mecânica correta de corrida. Nesse estudo,…

Read More >>

Treino de força em temporada no futebol

Como o tempo é limitado na temporada de futebol, priorizar o trabalho técnico e tático sobre o treinamento de força é bastante tentador. No entanto, é importante lembrar que mudar de direção, correr rápido com a bola, pular para disputar uma bola alta, entre outros são ações onde o desempenho é afetado pelos níveis de força. Portanto, dedicar 1-2 vezes por semana para o trabalho de força extra campo pode…

Read More >>

Tipos de séries para potência

Para quem não sabe,os atletas de LPO e Lev. Básico freqüentemente usam divisões em cluster nos treinos para força máxima e potência. Resumidamente, clusters são períodos de descanso intermitentes entre repetições. Por exemplo, uma série de 6 repetições em formato cluster poderia ser: repetições 1 e 2, descanso de 30 segundos, repetições 3 e 4, repousando mais 30 segundos e depois executando as 2 repetições restantes. Uma série de 6…

Read More >>

Jump Squat (artigo 01)

O agachamento com salto (jump squat) é um dos principais exercícios balísticos a ser considerado para aumento da potência em atletas de qualquer modalidade. O objetivo deste estudo foi comparar os efeitos do agachamento tradicional com o balístico em levantadores olímpicos. O agachamento balístico é definido como “a intenção de realizar o movimento com máxima velocidade e aceleração”. Isso significa que os sujeitos aceleram até chegar a ponta dos pés…

Read More >>

Treinamento balístico vs Treino força

Este estudo investigou os efeitos do treinamento balístico em comparação ao treinamento de força tradicional na composição de fibra muscular, força máxima, pico de força (PF) e pico de potência (PP). Foram sujeitos 14 homens que treinaram força por 3 meses durante o estudo, testados pré e pós para 1RM de agachamento, PP no jump squat. O pico de força e a taxa de desenvolvimento de força (TDF) foram testadas…

Read More >>

Adaptações neurais no treino pliométrico!

O treinamento pliométrico sozinho ou em combinação com outros métodos de treinamento provoca inúmeras mudanças positivas nos sistemas neuro-muscular, no aumento de força e no no desempenho atlético. Neste artigo de revisão, o estudo verificou que o treinamento pliométrico de longo prazo (3-5 vezes por semana durante 5-12 meses) representa um método de treino eficaz para aumentar a massa óssea em crianças pré-puberdade / puberdade precoce, mulheres jovens e mulheres…

Read More >>